Share

Mary Difatto

sábado, 5 de janeiro de 2013

Top 10 dos melhores álbuns de Scorpions, segundo os fãs



Todos os álbuns são importantes, naturalmente, quando se admira muito um artista do ramo musical.
No entanto, quando propus aos muitos fãs de Scorpions no Facebook que escolhessem os melhores álbuns da banda alemã  num top 10 de preferência, não impus "regras".
O critério para o favoritismo foi formado por eles próprios, quando definiram o porquê de colocarem esse ou aquele em sua predileção máxima.
Em proporção variada, muitos me contaram que era porque lhes causava emoção;  por conter muitos hits;  por o álbum escolhido trazer um traquejo mais técnico; por alguns componentes estarem em seu auge, como Uli Jon Roth, Herman Rarebell, Klaus Meine e Matthias Jabs; por questão de memória afetiva; porque a obra tem mais a "cara" da banda; porque seu estilo favorito - o hard rock- estar mais explícito naquele trabalho; porque traz uma "levada" de sons mais densos, de rock mais pesado; por, simplesmente, ter catapultado os alemães às raias de fama internacional!...
Por esse ou aquele enfoque, a verdade é que as obras de Scorpions são sempre motivo de destaque.
Escolher 10 apenas, é trabalho hercúleo, no que me leva a compreender perfeitamente os fãs que preferiram definir como TODOS, os seus álbuns prediletos...

Lista de páginas e grupos do Facebook que participaram da votação, incluindo fãs do mundo todo: 

Páginas -

MM Blog & Scorpions,  James Kottak - The Best Drummer, Scorpions Faixa a Faixa e Scorpions Forever.


Grupos -

Scorpions Blackout Fan Club México, Official Greek  Scorpions Fan Club, Unbreakable Scorpions Tribute, Fans of Scorpions, We Love Klaus Meine, Scorpions Female Fans, Yes, We Love Matthias Jabs  e Love and Peace.


Agradecimentos a todos que participaram!!!!




  Top 10 dos melhores álbuns de Scorpions

 


10- Lovedrive (1979)

Primeiro álbum após a entrada do guitarrista  Matthias Jabs. 
Traz o começo do som característico que fez a fama da banda na década de 1980, a "pegada" hard rock.


Destaques: Always Somewhere, Holiday, Loving You Sunday Morning, Can't Get Enough, entre outras.






9- Savage Amusement (1988)


Traz como característica, um hard rock com estilo mais americano, cujo som foi surpreendente aos fãs antigos da banda.

Destaques: Passion Rules The Game, Believe In Love, Walking On The Edge e Rhythm Of Love, entre outras.




  

8- Taken By Force (1978)

Foi o último álbum com o guitarrista Ulrich Jon Roth.
Traz algumas características de heavy metal que já eram presentes em trabalhos anteriores, mas aqui, de maneira menos circunstancial.

Destaques: Born To Touch Your Felings, Your Light, The Sails Of Charon, Steamrock Fever, entre outras.





 7- Acoustica (2001)

Álbum acústico da banda, cuja particularidade é  não ter feito parte do projeto da MTV, como geralmente acontece com as produções desse porte.

 
Destaques: Hurricane 2001, Drive, Love Of My Life e Dust In The Wind , entre outras.





 6- Tokyo Tapes (1978)

Da turnê do Japão. Considerado um dos melhores álbuns ao vivo de todos os tempos, lançando o nome Scorpions ao grupo dos grandes nomes do rock, abrindo portas para muitas outras turnês reverenciadas pelos fãs.


Destaques: Polar Nights, All Night Long, Pictured Life , In Trance entre outras.

 


  
5- Unbreakable (2004)

É um marco na carreira da banda por ter vindo após três álbuns experimentais, causando expectativa em torno de sua produção.
Entra o baixista Pawel Maciwoda no lugar de Ralph Rieckermann.

Destaques: New Generation, Deep and Dark, My City My Town e Can You Feel It, entre outras.



  


4- Fly To The Rainbow (1974)

Segundo álbum de estúdio, marcou a saída temporária de Michael Schenker e a fusão com uma outra banda, a Dawn Road.
Mas o nome Scorpions preponderou, levando o  trabalho a sair com seu nome.

Destaques: Speedy's Coming, Fly To The Rainbow, Far Away, Drifting Sun, entre outras.



  

3- Humanity: Hour 1 (2007)

Considerado por muitos o álbum mais sombrio da banda, cujas "levadas" mais fortes das canções,  se traduzem em arranjos vigorosos e eficazes. As letras,  em sua maioria, são reflexões sobre a condição humana, com perspectiva essencialmente realista.

Destaques: Hour 1, Humanity, 321, Love Will Keep Us Alive, entre outras.


  


2- Blackout (1982)

O primeiro álbum a receber mais aceitação comercial e símbolo de superação do vocalista Klaus Meine, que havia passado por uma cirurgia na garganta, fazendo-o, após essa operação, ter mais potencial ainda de voz.
Além de ser considerado o trabalho que inspirou o heavy metal, como o conhecemos hoje em dia.


Destaques: Blackout, Dynamite, Can't Live Without You, China White, entre outras.






  1- Love At First Sting (1984)

O álbum mais conhecido da banda, comercialmente falando, já na fase hard rock
Lançou muitos dos maiores sucessos e é considerado  o trabalho definitivo no quesito sucesso internacional.

Destaques: Still Loving You, Rock You Like A Hurricane, Big City Nights, Coming Home e I'm Leaving You, entre outras.






(Fonte de pesquisa:
Wikipédia: Scorpions  

Primeira Imagem:
http://www.facebook.com/MARYMIRANDABLOG - Edição da imagem
Imagens dos álbuns:
Fontes diversas )

4 comentários:

Aurélio César Stupp disse...

Scorpions, uma das minhas bandas favoritas, pena que demoram muito a lançar seus albuns novos, entre um e outro houve um intervalo de 10 anos!
Se encontrar algo sobre Nazaréth posta por favor!
Beijão!

Adriana Helena disse...

Olá Mary, querida!
Tudo bem prima?
Como passou o ano novo?
Eu tirei alguns momentos de descanso para curtir um pouco da Vovó Zilda pelo aniversário de 90 e tantos aninhos dela..rsrs Por isso dei uma sumidinha básica!

Mas cá de volta e em um post bastante interessante para mim que quer ser fã do Scorpions, mas ainda não está fazendo a lição de casa Mary! Pode puxar a minha orelha mesmo! De conhecer todos os álbuns e desenvolver um histórico completo assim, só para os sagazes e até "fanáticos" fãs desta maravilhosa banda minha amiga!

Eu adoro o Scorpions, mais pelas canções lindas e do rock envolvente que tocam profundamente o meu coração! Sinto isso quando ouço os acordes e a voz do vocalista. Será que só sabendo o básico e sentindo esse amor eu não poderia me tornar fã? :)

Bem, aqui aprendi bastante coisa e quem sabe, depois de estudar bem as lições finalmente estarei preparada!!

Um beijo grande prima!
Um 2013 de muita paz, muita saúde, muito sucesso e muito amor no coração!
Feliz semana!! :)))))))

Mary Miranda disse...

Aurélio,

Pra mim, Scorpions é a BANDA! hehe
Quando anunciaram que iriam parar, fiquei muito deprimida, sinceramente...
Agora que reviram isso, isto é, não pararão, um mundo novo se abriu!...
Até que eles não demoram tanto assim para lançar álbuns novos... Há bandas que ficam muuuito mais tempo!!!! (E eles não chegaram a dez anos, não...)
Enfim, Scorpions é Scorpions!

Abração da Mary :)

P.S.: Se eu achar algo que eu saiba bem sobre o Nazareth, te aviso!

Mary Miranda disse...

Adri, querida Anjinha e prima!

Fui bem, graças a Deus, no Ano Novo! (Espero que tenha corrido tudo bem aí também... Não esqueça de enviar meu beijo e minhas felicitações para Vó Zilda pelo seu aniversário!).
Olha, como eu já imaginava, você já é uma fã pronta!
Para ser um fã, não é necessário ter um montão de álbuns, DVD's, saber tudo sobre a banda e sair comprando qualquer coisa que se lance.
Fã é aquele que SENTE o trabalho do artista, que tem uma emoção indescritível quando ouve ou vê uma apresentação de alguma obra dele.
Pela sua descrição, você já é assim! rs (Como eu te falei uma vez, quando você se definisse, iria realizar um "ritual" de iniciação. hehe Mas é de farra, viu? Não leve muito a sério!)

Beijos, prima, e um 2013 maravilhoso para todos nós! (Já começou bem: você virou fã oficial e Scorpions não vai mais se aposentar! Yeah!!!!!!!)